Agrupamento de Escolas Padre Bartolomeu de Gusmão

Escola Josefa de Óbidos

 

 

 

Do Outro Lado do Espelho

26 de outubro de 2017 a 5 de fevereiro de 2018

 

Harold Gresley, o Espelho Convexo,1945

 

Do Outro Lado do Espelho , título que remete intencionalmente para o mundo de Alice Liddell, a heroína de Lewis Carroll (1832-1898), é uma exposição temática, que tem o espelho como foco principal e que pretende demonstrar a sua presença polissémica na iconografia da arte europeia, sobretudo na pintura, mas também em obras com outros suportes, como escultura, arte do livro, fotografia e cinema. A exposição está dividida em cinco núcleos temáticos: "Quem sou eu?": o Espelho Identitário; o Espelho Alegórico; A mulher em frente ao espelho: A projeção do desejo; Espelhos que revelam e espelhos que mentem; o Espelho masculino: autorretratos e outras experiências.

 

 

 

 

 

 

 

 

Pra lá e pra cá é o título de um bailado apresentado na Fundação Calouste Gulbenkian, durante a temporada de 1998-1999 do já extinto Ballet Gulbenkian, com figurinos da autoria de Paula Rego, coreografia de Stijn Celis e música de Louisa Lasdun. O seu envolvimento neste espetáculo prende-se com o facto de toda a sua conceção, começando pela composição musical criada entre 1990 e 1993, ser diretamente inspirada num conjunto de gravuras de sua autoria baseadas nas Nursery Rhymes (cantigas e rimas infantis inglesas). Realizada em 1989, esta série recria visualmente o universo da tradição oral inglesa povoado de histórias que as crianças contam umas às outras, em forma de lengalengas, e que Paula Rego também aprendeu durante a sua infância no colégio inglês St. Julian's School, em Carcavelos.

 

 

 

Rembrandt. Elos Perdidos

12 de outubro de 2017 a 7 de janeiro de 2018

 

 

Apresentada por ocasião da visita de Estado a Portugal dos reis da Holanda, esta exposição foi concebida como um díptico, com a exposição da tela de Rembrandt van Rijn (1606-1669), em colaboração com o Rijksmuseum, e um conjunto de obras das Coleções Reais holandesas, onde se entrecruza a relação com Portugal.

 

 

 

Materialidade e Metamorfose

Joan Miró no Palácio da Ajuda em Lisboa

até 8 de Janeiro de 2018

 

 

Depois de expostas na Casa de Serralves, as obras de Joan Miró, propriedade do Estado Português, são mostradas ao público pela primeira vez em Lisboa, no Palácio da Ajuda. Esta exposição, designada ‘Joan Miró: Materialidade e Metamorfose', é comissariada por Robert Lubar Messeri, destacado especialista mundial na obra de Miró.